10/03/2014
MICROQUIMICA
Microquimica reforça presença na diretoria da Abisolo
Pela terceira vez empresa conta com representantes em associação do setor

Engajada em acompanhar de perto os movimentos e crescimento do setor, a Microquimica, empresa brasileira que atua na produção e comercialização de fertilizantes, inoculantes e agroquímicos, conta mais uma vez com um representante na recém-eleita equipe de gestão da Abisolo (Associação Brasileira das Indústrias de Tecnologia em Nutrição Vegetal). A partir de agora, Anderson Ribeiro, gerente de marketing da empresa, é parte da gestão da associação, como um dos suplentes da diretoria.

A Microquimica tem apresentado participação efetiva na gestão da entidade durante os últimos anos por meio da presença na diretoria e nos comitês internos de discussão da legislação e de metodologia de análise de produtos. “A associação tem evoluído bastante e consolidou sua posição como representante do segmento, sendo reconhecida pelos órgãos reguladores e imprensa como entidade oficial desse importante setor da agricultura. Nosso objetivo é colaborar para um crescimento sustentável da organização”, afirma Anderson Ribeiro.

Na avaliação do gerente a nova gestão vai colaborar muito para o desenvolvimento do setor, pois mescla a experiência de representantes que permaneceram e a renovação, com a participação de novos interessados. 

Sobre a Microquímica

Fundada em 1976, a Microquimica é uma empresa brasileira, controlada pelo grupo Agroinvest Kayatani S.A., que atua na produção e comercialização de fertilizantes. Sediada em Campinas, interior de São Paulo, a empresa possui duas filiais em Monte Mor (SP) destinadas à fabricação e distribuição de seus produtos.

Com investimentos focados em pesquisa e desenvolvimento, a Microquimica oferece ao mercado produtos como fertilizantes foliares e para tratamento de sementes, inoculantes, adjuvantes e reguladores do crescimento vegetal. A empresa também disponibiliza um sistema exclusivo de interpretação de análise de folhas, o CheckFolha, que fornece um diagnóstico completo sobre a nutrição da planta e recomendações aos agricultores de ações corretivas.

Em busca de um desenvolvimento socioambiental, a Microquimica investe em programas sustentáveis, como o processo de logística reversa, que possibilita a reciclagem de embalagens vazias por meio do Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (INPEV), e como o apoio a instituições brasileiras de assistência à criança e ao adolescente, como o Centro Infantil Boldrini e a Fundação Abrinq.Para mais informações acesse o site www.microquimica.com

ícone Topo