07/01/2015
MICROQUIMICA
Microquimica conclui investimentos de R$ 1,7 milhão em fábrica de inoculantes
Produtos são vendidos para agricultores de todo o Brasil e atualmente é exportado para o mercado paraguaio

A Microquimica, empresa brasileira que atua na produção e comercialização de fertilizantes, inoculantes e agroquímicos, concluiu seus investimentos de R$ 1,7 milhão na sua fábrica de inoculantes em operação desde 2000 no município de Monte Mor, interior de São Paulo. 

O investimento inicial na construção da fábrica foi de R$ 1,2 milhão entre 2010 e 2011. Nos anos seguintes a empresa realizou uma série de melhorias e em 2014 houve uma grande ampliação na estrutura que elevará em 44% a capacidade de produção em 2015, de 4,5 milhões doses para 6,5 milhões.

Desde 2006 a empresa é a única no Brasil com fábrica dedicada à produção de aminoácidos exclusivamente para uso agrícola, através de processo fermentativo controlado. Para o diretor industrial da Microquimica, Rafael Leiria Nunes, a alta competitividade do mercado de inoculantes e a necessidade de diferenciação em qualidade foi o impulso para a verticalização da produção do Atmo®, marca registrada da empresa. “O início da produção própria de inoculantes líquidos foi um marco de nossa capacitação em bioprocessos e o lançamento de mais uma solução diferenciada, em linha com o trabalho que já realizávamos com os fertilizantes”.

Os inoculantes da Microquimica são altamente efetivos e têm ótima aceitação no mercado por clientes de todas as regiões produtoras de grãos do Brasil. Atualmente as maiores vendas da empresa ocorrem nos estados de Mato Grosso, São Paulo e Paraná, que contribuem com 36%, 10% e 7%, respectivamente, dos volumes comercializados no país. 

“Em 2013 iniciamos as exportações de inoculantes para o Paraguai, sob a marca Bio-Rhizo®. A aceitação do produto no país tem sido muito boa, com evolução de 343% de 2013 para 2014. Temos boas expectativas futuras para este mercado”, garante o executivo.

 

Crescimento

Em 2014 as vendas totalizaram 3,2 milhões de doses de inoculantes para soja e gramíneas, o que representa um crescimento de 312% em apenas quatro anos de trabalho mais focado nesse tipo de produto.

Com base nos dados oficiais da Associação Nacional de Produtores e Importadores de Inoculantes (Anpii) e nas estimativas de volumes de empresas não associadas, a participação de mercado da Microquimica avançou de 3% para 6,8% desde a construção da unidade, o que comprova a aceitação cada vez maior do produto pelo mercado.

 

Expectativas

Para 2015 a empresa pretende verticalizar a produção de alguns inoculantes, que atualmente contam com parceiros industriais. “Em paralelo temos trabalhado na melhoria da formulação e tempo de prateleira de nosso inoculante líquido, oferecendo ao mercado um produto que mantenha alta concentração de bactérias por um período mais longo de armazenamento e também nas sementes tratadas”, ressalta o diretor.

A empresa continua avançando no mercado de produtos biológicos, com projetos para a produção de diferentes opções e formulações de inoculantes. “As bases para esse crescimento serão certamente a manutenção da proximidade com nossos clientes, que veem a empresa como uma parceira de longa data em seus negócios e nos ajudam a buscar as melhorias e mudanças necessárias para competir no mercado. Nossa característica inovadora também nos faz sempre buscar um produto de qualidade superior e diferenciado em termos de eficiência, manuseio ou segurança para o produtor rural”.

 

Sobre a Microquimica

Fundada em 1976, a Microquimica é uma empresa brasileira, controlada pelo grupo Agroinvest Kayatani S.A., que atua na produção e comercialização de fertilizantes. Sediada em Campinas, interior de São Paulo, a empresa possui duas filiais em Monte Mor (SP) destinadas à fabricação e distribuição de seus produtos.

Com investimentos focados em pesquisa e desenvolvimento, a Microquimica oferece ao mercado produtos como fertilizantes foliares e para tratamento de sementes, inoculantes, adjuvantes e reguladores do crescimento vegetal. A empresa também disponibiliza um sistema exclusivo de interpretação de análise de folhas, o CheckFolha®, que fornece um diagnóstico completo sobre a nutrição da planta e recomendações aos agricultores de ações corretivas.

Em busca de um desenvolvimento socioambiental, a Microquimica investe em programas sustentáveis, como o processo de logística reversa, que possibilita a reciclagem de embalagens vazias por meio do Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (INPEV), e como o apoio a instituições brasileiras de assistência à criança e ao adolescente, como o Centro Infantil Boldrini e a Fundação Abrinq.

Para mais informações acesse o site www.microquimica.com

ícone Topo